Another post with A Gallery

Não, este post não é sobre meteorologia. A nuvem é como são chamados os servidores online que armazenam quaisquer tipos de arquivos dispensando o bom e velho HD. Com eles conseguimos ver em tempo real (com uma boa banda larga) coisas que antes eram impossíveis, tais como vídeos apresentados direto nos web Sites, playlists de músicas numa biblioteca virtual ou até softwares inteiros, como jogos on line. Isso já é uma realidade em várias áreas. Como a Netflix, que disponibiliza filmes para alugar online, poupando tempo e dinheiro dos cinéfilos. A OnLive, empresa de games na nuvem, traz uma proposta ainda mais arrojada de fazer aquele game de última geração rodar na máxima resolução possível, realizando a conexão entre os comandos dados pelo jogador em casa com a imagem recebida através da internet. A amazon anunciou um serviço de músicas na nuvem: uma vez conectado, sua playlist está lá para você ouvir, baixar e compartilhar de qualquer lugar do mundo. O futuro é promissor para recursos como estes, cada vez mais requisitados por gadgets e aplicativos em aparelhos já sem um disco rígido (HD), funcionando quase inteiramente na nuvem. Um bom exemplo são os tablets que se limitam a instalar softwares multitarefas conectados on line. A era do HD está acabando e a internet iniciando um mar de possibilidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *